CLF CONFERÊNCIA GLOBAL – 4º‌ MOMENTO

CLF CONFERÊNCIA GLOBAL – 4º‌ MOMENTO

“Nem eu tampouco te condeno. Vai e não peques mais” – (João 11:8)

No dia 25 de junho foi transmitido o quarto momento do CLF – Conferência Global ON-LINE  e mais de 200.000 espectadores assistiram através do aplicativo ZOOM, Youtube, Facebook de diversos colaboradores. Houve muitos depoimentos de gratidão à Missão Boa notícia e os louvores da Banda Glória(grupo  musical da IBN) moveram o coração dos participantes  e após  Pastor Park esclareceu sobre o Propósito da lei, e o pacto da primeira e segunda aliança.

O quarto momento teve início com a oração do pastor Daniel Jo (Pastor da Missão Boa Notícia do Peru), que orou para que a palavra esteja viva dentro de nós;

Posteriormente, tivemos a saudação do Pastor Munir E. Chiquie Nacif (Presidente da Andeb Associassón Nacional de Evangélicos de Bolívia), agradecendo e convidando os Cristãos, não somente da Bolívia, mas também da América Latina para participarem juntos do CLF- Conferência Global 2020.

A reitora da Faculdade Fatej (Faculdade de Tecnologia Jardim), Dra. Arleide Braga, declarou que: “O trabalho do CLF é para enriquecer o reino, estamos à disposição para contribuir e participar.”

O momento de testemunho foi com o pastor Fernando Sanches (da Igreja Orabe da Colômbia), contando que por 17 anos, conheceu um evangelho da prosperidade, voltado a fazer obras para agradar a Deus, mas agradeceu o momento que encontrou o CLF e descobriu este evangelho, onde Cristo, já pagou por todos os seus pecados, mudou sua vida, sua forma de viver, sua vida em família, seu ministério.

O pastor Ock Soo Park, pregou sobre o propósito da lei e o pacto da primeira e da segunda aliança, detalhando sobre como a lei chegou até nós, qual foi a sua finalidade, e que hoje em dia, as pessoas interpretam os 10 mandamentos de uma forma diferente do propósito de Deus.

Deus quebrou as duas tábuas de pedras (no Antigo Testamento) e nos deu uma segunda aliança. O mundo de Deus é pela graça e não pela lei, assim, o propiciatório é a tampa da arca de Deus. O propiciatório é o lugar da graça. Onde há graça, não há lei, por isso, Deus colocou a lei dentro da arca e tampou com o propiciatório, assim, Deus nos amou, como o pai ama o filho, e dentro do amor do pai para o seu filho, não há lei.

Deus deseja dar a graça para nós! Deus é misericordioso, por isso, colocou a lei dentro da arca, e disse que, se alguém abrir e olhar para dentro da arca, morrerá. Debaixo da misericórdia não há lei, se Deus tivesse nos tratados pela lei, certamente estaríamos mortos.

Em Jeremias 31:31Deus firmou uma nova aliança, pela lei certamente seremos tidos por culpados e seremos malditos. Entretanto, Deus estabeleceu uma nova aliança, debaixo de Jesus recebemos o amor de Deus.

Remove o primeiro para estabelecer o segundo, Ele impediu de abrir a tampa da arca. Deus tirou a lei e estabeleceu a Graça. Em  I Samuel 6:19 eles abriram a tampa, tiraram o propiciatório e houve um grande morticínio. O único objetivo da lei é o pleno conhecimento do pecado, e agora, precisamos da Graça de Jesus, e não da lei.

Em sua pregação, ainda fez uma analogia sobre o que condiciona um bebê a viver… é a graça dos pais. “Ninguém nasce da barriga da mãe com uma bolsa de dinheiro, mas a graça dos pais faz com que essa criança possa comer e beber. Deus quando nos fez nascer, não nos fez nascemos com uma conta bancária, com dinheiro, e até hoje, como nos alimentamos? como nos vestimos? Recebendo o Amor dos pais sem que eles recebessem nada por isso. Nós também somos filhos de  Deus, Ele não vai anotar tudo para nos cobrar, Deus é aquele que nos concede a graça e Ele nos deu as leis para percebermos que temos pecado e diante de Deus somos pessoas que não podemos fazer nada.”

A única razão de Deus ter nos dado os mandamentos, era para nos dizer que nós éramos pecadores, então agora, não precisamos olhar para as leis e para os mandamentos, mas sim temos que aceitar a graça de Deus. Deus não quer um relacionamento conosco por lei. Se entrar os 10 mandamentos no nosso coração, o ser humano morre.

Julgando a mulher adúltera com a nova aliança,”eu jamais me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades para sempre”. Nos 10 mandamentos uma lei, é para a morte, mas na nova aliança, diz que jamais lembrará dos nossos pecados. Jr. 31:33 “Imprimirei as minhas leis, essas leis não são a dos 10 mandamentos, e sim a nova aliança, João 8:11 “…nem eu tampouco te condeno…” somos salvos, somos santos, somos justos, não porque não pecamos, tudo foi a graça de Deus”.

Que palavra maravilhosa, também nunca tinha pensado nessa ótica dos Querubins guardando os 10 mandamentos!!! Glória a Deus pela aliança em Jesus Cristo!! Uma noite abençoada para todos” (Ana Luíza de Castro Costa)

Palavra abençoada!!! Deus não nos julga pela lei, mas pela misericórdia!!! Fez uma nova aliança! Somos alcançados pela graça! (Pra. Meirilane Rosa)

“Realmente muita graça de Deus, nosso pai,que teve misericórdia de nós. Saber que não temos condição de seguir a lei Ele nos concedeu a segunda aliança.Tenho muita gratidão a Deus pois não vivo presa nas leis e sim dependendo 100% da graça.” (Leila)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *